O Ano Novo Chinês

O Ano Novo é, sem dúvida, a cerimônia mais importante de todo o calendário chinês e, atualmente, também é conhecido como a “Festa da Primavera”.

De acordo com a tradição, as preparações para o Ano Novo Chinês começam em meados do 12º mês lunar e prolongam-se até meados do 1º mês do ano lunar.

A data é celebrada como uma festa familiar, um tempo dedicado para a reunião e os agradecimentos. A comemoração destaca-se pelas cerimônias religiosas de agradecimento à terra, aos céus, aos deuses do lar e aos ancestrais da família. Os parentes falecidos são lembrados com grande respeito, uma vez que foram responsáveis pela fundação e consolidação da fortuna e da glória da família.

Na China, durante os dias da festa, as ruas, os parques, as lojas e, até as casas, são ornamentadas com lanternas vermelhas, flores e fitas coloridas.

Muitas famílias colam nas portas das casas um papel colorido com o ideograma Felicidade.

A véspera do Ano-Novo é certamente o dia mais excitante. O jantar de família (tuan yuan fan) é normalmente acompanhado de um farto banquete de frutos do mar, galinha e outras iguarias. A galinha com cabeça e as patas são para a prosperidade e as ostras secas com algas, com aspecto semelhante à cabelos, chamam-se em chinês: fa cai, o que evoca, por consonância, a frase chinesa: fa cai hao shi, isto é, “ganhar dinheiro e tudo correr bem”.

 

A Festa do Ano Novo Chinês no Brasil

Em 28 e 29 de janeiro de 2006 (1º de janeiro, segundo o calendário lunar), o Ano Novo Chinês foi apresentado pela primeira vez no Brasil, em local aberto, organizado pela JCI Brasil China e, foi batizado como: 1ª Festa do Ano-Novo Chinês, com público de aproximadamente 160 mil pessoas.

Esse evento contou com uma grande variedade de comidas tipicamente chinesas, dispostas em 24 barracas, com mais de 50 atrações, como as danças típicas, as artes marciais (kung fu e tai chi chuan), as músicas tradicionais, a medicina alternativa (acupuntura) e as aulas de chinês e caligrafia. Tudo oferecido de forma gratuita.

A cada ano o público vem aumentando e as celebração da chegada do ano novo chinês foi inserido, em 2007, no calendário oficial de festividades da maior metrópole da América Latina, a cidade de São Paulo (Lei nº 14.334/07).

Atualmente, é a maior festividade de comunidades aberta do país, e portanto, o maior evento público realizado pela comunidade chinesa no Brasil, sendo, não somente destaque na mídia nacional, mas também na mídia internacional.

Em 2017, a Festa chegará à sua 12ª Edição com a chegada do Ano do Galo com a organização 21 Tomates Fritos.

 

Assessoria de Imprensa

contato21tomatesfritos@gmail.com

Festa do Ano Novo Chinês em 2014

Em 2014, a festa foi realizada nos dias 1º e 2 de fevereiro na tradicional Liberdade, bairro oriental da cidade de São Paulo (SP), utilizando uma área de mais de dez mil metros quadrados, englobando a Praça da Liberdade, onde é instalado o Palco Principal e, nas ruas adjacentes, mais os estandes temáticos.

Os dois dias de evento foram dedicados à cultura e aos ensinamentos chineses, por meio de atrações de palco e de rua, somado a uma grande variedade de comidas típicas dispostas em mais de 20 barracas e mais de 50 atrações diversas, como as danças típicas, artes marciais (kung fu e tai chi chuan), dança dos leões, dança do dragão, músicas tradicionais, pintura chinesa, caligrafia e fogos de artifício. Tudo isso de forma gratuita.

Além da presença de um grande público no local (Praça da Liberdade), compreendendo todas as faixas etárias, a festa gerou uma mídia espontânea de alcance regional e nacional.

A 9ª Festa do Ano Novo Chinês contou com uma cobertura maciça da imprensa antes, durant,e e depois da festa. Somento nos dois dias de evento foram 14 equipes de TV, jornais, sites e agências de notícias/fotografias, que participaram efetivamente da festa, tendo coberturas nas mais renomadas TVs, tais como Rede Globo (com destaques em telejornais como Bom Dia SP, SPTV, Antena Paulista, Jornal Hoje e Fantástico), TV Record, SBT, Bandeirantes e Rede TV, entre outras; 38 matérias em rádio (Jovem Pan, Eldorado, CBN, Cultura, Band News, etc.), 106 matérias em jornais impressos de todo país e 66 matérias em sites.

Desde o início da Festa, em 2006, algumas atrações culturais foram levadas ao público nas semanas anteriores à grande Festa, como:

  • Festival de Cinema Chinês, com a apresentação dos filmes chineses mais famosos e até de filmes inéditos, em salas de cinema da cidade de São Paulo;
  • Passeio turístico e religioso aos principais templos budistas chineses em São Paulo, para demonstrar os costumes chineses na comemoração do Ano Novo nos templos;
  • Dia do Gourmet Chinês, o qual compreende curso de culinária de pratos chineses, típicos ou exóticos;
  • Exposição de Pinturas e Caligrafia Chinesa dos principais artistas da comunidade chinesa no Brasil;
  • Conexão Brasil/China: talk show/debates com presença de empresários chineses e brasileiros trocando experiências relativas aos investimentos nos respectivos países; e
  • Aulas de Mandarim e Cultura Chinesa: utilização de salas da Associação Comercial de Comércio de São Paulo, localizada na rua Galvão Bueno, para palestras e aulas de um dos idiomas mais falados no mundo (o Mandarim) gratuitamente, além de imersão na cultura chinesa através de exposição de quadros e divulgação das Olimpíadas de 2008, inclusive com a presença dos mascotes oficias, cedidos pelo corpo diplomático chinês.

10ª Festa do Ano Novo Chinês em 2015

Objetivos

  • Divulgação da cultura chinesa para a sociedade brasileira por meio da principal festividade desta cultura milenar: o Ano Novo Chinês, que é comemorado de acordo com o calendário lunar.
  • Proporcionar ao público brasileiro, gratuitamente, um espaço de lazer tipicamente chinês.
  • Contribuir com a sociedade, destinando parte da renda líquida do evento para instituições beneficentes.
  • Ser reconhecido como um espaço privilegiado para a promoção institucional e a divulgação das marcas das empresas interessadas em ganhar visibilidade e explorar as oportunidades de negócios entre Brasil e os países em que a cultura chinesa seja predominante.

As ações e atividades que serão realizadas durante a Festa:

  • Espaço Kids: locais reservados para as crianças, com atividades monitoradas, sempre relacionadas com a cultura chinesa;
  • Árvore dos Desejos: árvore onde serão pendurados bilhetes em papel vermelho. O público poderá escrever um desejo e pendurar nas árvores. Os mestre budistas e outros líderes religiosos farão uma benção nas árvores desejando, assim, que todos os desejos se tornem realidade!
    arvore

11ª Festa do Ano Novo Chinês em 2016

Confira as fotos do evento no Facebook

Quem é a JCI Brasil-China?

A JCI (Junior Chamber International) reúne jovens líderes e empreendedores com idades entre 18 e 40 anos em capítulos, sendo a JCI Brasil-China um deles.

A Junior Chamber International, que hoje marca presença nos cinco continentes, em mais de 115 países e territórios, chegou ao Brasil em 1947. Atualmente conta com cerca de 1.000 membros espalhados por mais de 45 cidades brasileiras.

A JCI Brasil-China tem sede na cidade de São Paulo, é uma entidade sem fins econômicos e acredita que desenvolvendo melhores líderes e pessoas está criando uma sociedade melhor.

Missão: “Proporcionar oportunidades de desenvolvimento que preparem as pessoas jovens a criar mudanças positivas”

Visão: “Ser a principal rede mundial de jovens cidadãos ativos”.